iPhone não chega para aumentar lucro da Apple

apple_2No quarto trimestre fiscal, que terminou a 28 de Setembro, a Apple comercializou 33,8 milhões de iPhones, o que representa um aumento de 26% em relação às 26,9 milhões de unidades vendidas no período homólogo do ano passado. Ainda assim, o resultado líquido da companhia fixou-se em 7,5 mil milhões de dólares (5,45 mil milhões de euros), abaixo dos 8,2 mil milhões de dólares (5,96 mil milhões de euros) acumulados no mesmo período do ano passado.

A empresa da maçã anunciou o maior volume de vendas de sempre de iPhones no que diz respeito ao quarto trimestre fiscal, o que levou as receitas consolidadas da companhia a subir para 37,5 mil milhões de dólares (27,3 mil milhões de euros), contra os 36 mil milhões arrecadados no trimestre homólogo. Mas a margem de lucro caiu de 40 para 37%, anunciou ontem a Apple em comunicado.

No período em análise, a companhia liderada por Tim Cook vendeu 14,1 milhões de iPads, contra 14 milhões de unidades comercializadas no período homólogo do ano passado. Já as vendas (em volume) de Macs caíram 7% para 4,6 milhões de unidades, enquanto as vendas de iPods tombaram 35%, para 3,5 milhões de dispositivos.

Por regiões, as receitas da companhia subiram, em termos homólogos, 41% no Japão, 6% na Grande China (que inclui Taiwan) e 1% nas Américas, mas mantiveram-se estagnadas na Europa e caíram 6% no resto da região Ásia-Pacífico. O mercado externo representou 60% das vendas globais da Apple.

Para o primeiro trimestre fiscal de 2014 (que se desenrola entre Outubro e Dezembro de 2013), a companhia espera receitas entre 55 e 58 mil milhões de dólares (40 a 42 mil milhões de euros), devido ao lançamento de novos produtos, incluindo os iPhones 5C e 5S e o iPad Air, e uma margem de lucro entre 36,5 e 37,5%. «Estamos entusiasmados por entrar no período de férias com os novos iPhone 5C e iPhone 5S, iOS 7, o novo iPad mini com ecrã Retina e o incrivelmente fino e leve iPad Air, os novos MacBook Pros, o radicalmente novo Mac Pro, o OS X Mavericks e a nova geração das aplicações iWork e iLife para OS X e iOS», afirma em comunicado Tim Cook, CEO da Apple.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Automonitor
Novo Alpine A110S pronto para encomendar em Portugal