General Motors negoceia encerramento de fábrica na Alemanha

A General Motors, maior fabricante mundial de automóveis, está a negociar com os representantes dos seus trabalhadores europeus um plano de restruturação que inclui o encerramento de uma unidade da Opel em Bochum, Alemanha, que emprega cerca de 3100 pessoas, avança o The Wall Street Journal.

Segundo a mesma publicação, que cita fontes ligadas ao processo, a fabricante norte-americana espera anunciar o plano de restruturação antes ou na mesma altura da apresentação dos seus resultados trimestrais, prevista para 31 de Outubro. Isto porque a General Motors espera que a sua unidade europeia Adam Opel registe mais um prejuízo significativo entre Julho e Setembro, e quererá mostrar aos investidores que está a tomar medidas para estancar as perdas.

Para além do encerramento da fábrica em Bochum, com o qual poderá poupar cerca de dois mil milhões de dólares (aproximadamente 2,5 mil milhões de euros), a General Motors pretenderá extender o programa de despedimentos aos trabalhadores das suas três restantes fábricas na Alemanha.

Tal como muitas outras fabricantes automóveis, a General Motors tem sido penalizada pela fraca procura, que tem ficado abaixo da capacidade de produção. Os analistas estimam que cerca de 30 das 98 fábricas da empresa na Europa estejam a produzir abaixo de 70% da sua capacidade total.

No início do mês, a fabricante norte-americana anunciou a redução do horário laboral nas fábricas de Rüsselsheim e Kaiserslautern, ambas na Alemanha, para reduzir despesas. No total, os funcionários destas fábricas irão trabalhar menos 20 horas este ano, sendo que o governo alemão irá repôr parte do salário correspondente a estas horas de trabalho. O anúncio surgiu pouco depois de a General Motors ter apresentado um prejuízo operacional de cerca de 361 milhões de dólares (450,3 milhões de euros) no mercado europeu no segundo trimestre.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)