Feira do Livro regressa hoje à capital

Feira do Livro_2A 83ª edição da Feira do Livro de Lisboa arranca hoje no Parque Eduardo VII, em Lisboa, e prolonga-se até ao dia 10 de Junho. A iniciativa conta este ano com algumas novidades, como a participação de um grupo de voluntários ou a organização de um Clube de Leitura e de um ciclo de conferências sobre o papel da literatura na actualidade.

Este ano, a Feira do Livro de Lisboa integra um auditório de 80 lugares, onde irão decorrer várias conferências, e 241 pavilhões, mais três em relação ao ano passado. Estão representadas 480 editoras e chancelas, que disponibilizam mais de 100 mil livros em banca, de acordo com a APEL, que organiza a Feira.

A cerimónia oficial de inauguração está marcada para as 17h30 na Praça Amarela da Feira e contará com a presença do presidente da Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL), João Alvim, do presidente da Câmara Municipal de Lisboa (CML), António Costa, e do secretário de estado da Cultura, Jorge Barreto Xavier.

Para além da sessão de inauguração, estão previstas para o dia de hoje actividades como sessões de autógrafos de Pedro Aibéo, um dos autores do livro “Isto não é (só) matemática”, e Manuel Monteiro, autor do livro “O Suave e o Negro”, ambas no Pavilhão da Verso da História. No pavilhão da Porto Editora terão lugar as sessões de autógrafos de Cristina Carvalho e Francisco José Viegas.

O pavilhão da LeYa irá acolher um concerto da banda Catman and the Blues Doozers, enquanto no espaço da Santa Casa da Misericórdia estão previstos os concertos do Grupo Gera Jazz, da Orquestra Geração e da Escola Miguel Torga. Os mais novos poderão ainda participar num xadrez humano, que irá decorrer no espaço BLX.

A agenda completa do evento pode ser consultada no site da Feira do Livro de Lisboa.

Novidades

Pela primeira vez, a Feira do Livro de Lisboa conta com o auxílio de um grupo de volutários. Os cerca de 30 voluntários escolhidos “vão ajudar as pessoas, que não  se orientam no espaço, na mobilidade de pessoas com dificuldades e vão participar na organização de sessões de autógrafos, de apresentação dos livros ou nas conferências previstas”, entre outras iniciativas, explica Pedro Pereira da Silva, vice-presidente da APEL, citado pela agência Lusa.

Ao nível das novidades na programação, o destaque vai para o Clube de Leitura e para a Conferência Literária de Edimburgo. O Clube de Leitura será promovido por várias Comunidades de Leitura, que vão convidar os visitantes da Feira a ler em comunidade, discutir e conversar sobre os livros selecionados. Já a associação à Conferência Literária de Edimburgo, uma conferência mundial de escritores que se juntam para debater o papel da literatura na actualidade, irá permitir a realização de duas sessões dedicadas aos temas “Literatura pode ter caráter político”  e “Romance. Qual é o seu futuro?”.

Com estas novidades, a APEL espera “vendas  superiores às de 2012” e bater o recorde de visitantes, ultrapassando o  meio milhão, atingido em 2012.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Automonitor
Novo Alpine A110S pronto para encomendar em Portugal