Adidas reforça na China para combater concorrência

adidasA Adidas AG, segunda maior fabricante de sapatos e equipamentos desportivos do mundo, anunciou recentemente que planeia aumentar em 2500 o número de lojas no mercado chinês até 2015, incluindo 500 até ao final de 2011, das 112 que existem actualmente. Numa expansão de negócio que pretende ultrapassar os seus rivais, que ganharam quota de mercado nos últimos anos, a Adidas pretende inaugurar outlets de alta gama, com a linha de moda high-end da marca, em cidades como Pequim ou Xangai, onde muitos dos consumidores dão preferência ao maior concorrente da empresa a nível global, a Nike Inc. A Adidas tem por público-alvo os consumidores chineses mais sofisticados, que estão habituados a gastar mais dinheiro em roupa do que os de cidades de escalão menor. A marca experimentará ainda novas tácticas em mercados já saturados com estabelecimentos de artigos desportivos, desenhando lojas que se dirijam aos consumidores pelos desportos que mais lhes interessam, de acordo com o vice-presidente sénior de marketing e vendas da Adidas, Colin Currie.

De forma a alargar a sua popularidade no mercado chinês, a empresa de origem alemã pretende ainda incrementar a sua presença no basketball, um desporto que, tipicamente, enfatiza menos que as suas concorrentes. Os desportos, em detrimento dos atletas a título individual, serão incorporados no design de marketing e de produto, avançam os executivos da Adidas.

As receitas globais da empresa cresceram em 20%, para 3,47 mil milhões de euros nos três meses que terminaram no final de Setembro, face aos 2,88 mil milhões registados no ano passado, em parte graças ao World Cup. As vendas na China cresceram 9%, tendo o lucro líquido da empresa a nível mundial crescido em 25%, de 213 para 266 milhões de euros.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Airbus vai ter open day. Há 90 vagas para fábrica portuguesa
Automonitor
Nissan LEAF em modo drift