ZON Optimus vai reforçar investimento para liderar

zon-redimensionadaO “melhor serviço integrado de comunicações e entretenimento em Portugal”. Esta é a proposta do ZON4i, o primeiro lançamento da operadora após a fusão. E será este, de resto, o caminho que a ZON Optimus pretende trilhar, conforme referiu ontem o CEO Miguel Almeida, na apresentação à imprensa do novo serviço. Ou não ambicionasse a nova operadora a liderança no «mercado português de convergência», segundo o responsável.

Naquela que foi a primeira apresentação pública depois da fusão, Miguel Almeida deixou claro que a nova operadora vai «reforçar o investimento» no mercado porque só assim conseguirá oferecer «vantagens competitivas que garantam crescimento». Sem precisar valores, diz apenas que o investimento será maior do que a soma das antigas ZON e Optimus.

O CEO da ZON Optimus aproveitou ainda para desfiar intenções, nomeadamente que a operadora resultante da fusão vai não só trazer mais concorrência ao mercado como mais valor. E deixou algumas promessas: é ambição da empresa «ser líder na inovação», «ter os melhores e os mais avançados serviços e comunicação», bem como «garantir as melhores experiências para os clientes, com produtos e serviços de qualidade superior».

Para já, e nessa mesma orientação, a operadora apresenta o ZON4i que, segundo Miguel Almeida, «é muito mais que um simples lançamento».

Em causa está – e em resposta à PT e à Vodafone que já apresentaram pacotes integrados há alguns meses – um pacote de comunicações e entretenimento com acesso a 116 canais de TV, serviço de internet com a oferta de 100 megas, a app ZON Phone – aplicação que permite utilizar o telefone de casa em devices móveis – com chamadas ilimitadas dentro e fora de casa para redes fixas nacionais, telemóvel ilimitado até quatro utilizadores e acesso privilegiado à rede de cinemas com o myZONcard.

O preço base é de 79,99 euros.

Filme com assinatura da BBDO

Entretanto, e ainda ontem, arrancou a campanha do novo serviço, protagonizada por Sónia Balacó e assinada pela BBDO. “Há uma linha que tem tudo” é a assinatura, dando seguimento às anteriores campanhas da ZON (e fazendo levantar a dúvida se será esta a marca que vai sobreviver da fusão das duas).

Multimeios, com presença em Tv, rádio, imprensa, internet, outdoor e cinema a campanha visa, segundo a agência, assumir uma comunicação diferenciadora e disruptiva, que potencie os atributos de inovação, tecnologia e modernidade da marca.

A banda sonora é dos DIIV e a Ministério dos Filmes foi a responsável pela produção.

Texto de M.ª João Vieira Pinto

Veja aqui o filme da campanha

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Portugal atraiu 610 estrangeiros «altamente qualificados» através deste programa
Automonitor
Regulamento da mobilidade elétrica obriga a celebrar contratos de adesão