Sonaecom regista “melhores resultados da sua história” em 2011

sonaecomA Sonaecom, braço de telecomunicações do Grupo Sonae, registou no exercício de 2011 os “melhores resultados da sua história”, informa a empresa em comunicado. Os resultados líquidos do ano passado atingiram os 62,5 milhões de euros, mais 51,8% do que em 2010.

Também os lucros antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) foram alvo de um incremento em 2011, tendo registado 213 milhões de euros, mais 9,8% do que no exercício do ano anterior.

O volume de negócios, por sua vez, recuou em 6,2% para 863,6 milhões de euros, indo ao encontro das expectativas da Sonaecom. Os resultados podem justificar-se pelo facto de o aumento das receitas de clientes do negócio móvel e das receitas de serviços de SSI (Software e Sistemas de Informação) não terem sido suficientes para anular as quebras motivadas pela redução das receitas no negócio fixo, bem como das receitas de operadores da Optimus e pela quebra na venda de equipamentos, devido ao final do programa e-iniciativas, explica a companhia liderada por Ângelo Paupério na missiva enviada às redacções.

A Optimus, por sua vez, continua a evidenciar uma “forte resiliência”, mesmo num cenário macroeconómico “desafiante”, faz notar a Sonaecom. Em 2011, a operadora aumentou o EBITDA em 10,7%, para 209,2 milhões de euros, apesar da ligeira quebra no volume de negócios, que atingiu os 570,7 milhões de euros.

De referir que a margem EBITDA do negócio móvel da Optimus atingiu 35%, mais 3,7 pontos percentuais que em 2010. No período de 2011 a base de clientes do negócio móvel cresceu em 1%, para 3,64 milhões.

A revolução digital mantém-se como um forte catalisador para a Optimus, que tem apostado nos dados e nas crescentes necessidades de banda larga, para gerar valor junto dos seus clientes. De facto, as receitas de dados da operadora atingiram 32,5% das receitas de clientes, um crescimento de 1,8 pontos percentuais face a 2010.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Primeiro Porsche 911: Uma obra-prima alemã