Obras de Keith Haring invadem Cascais

“Keith Haring. Entre a arte, o ativismo e a moda” é o nome da exposição que ocupará o CascaiShopping de 10 de Setembro a 10 de Novembro – e que marca o regresso do trabalho do artista gráfico norte-americano a Portugal após um hiato de 15 anos. De entrada gratuita, a exposição reúne 17 obras originais.

Segundo a organização, a “ideia é transportar o visitante para Nova Iorque em plena década de 80, sob sob o olhar ímpar do artista e activista”. Keith Haring tornou-se conhecido por abordar temas como a toxicodependência, SIDA, violência ou o movimento político Apartheid, mas também por colaborar com ícones de moda e designers, nomeadamente Grace Jones e Vivienne Westwood.

Por isso mesmo, além das 17 obras, estarão expostas criações de estilistas que foram buscar inspiração ao trabalho de Keth Haring. Está prometida também uma réplica do casaco usado por Madonna na festa de anos do artista, no Paradise Garage, em 1984 (onde cantou “Dress -You Up”).

O arranque da exposição, que conta com Dino Alves no papel de embaixador e porta-voz, ficará marcado por um momento de live body painting com a modelo Sharam Diniz, em homenagem à performance que Keith Haring levou a cabo com Grace Jones em Nova Iorque, em 1987.

Para lá do CascaiShopping, a exposição terá expressão também numa carruagem de comboio e na estação de Cascais, transformadas em galerias de arte com a ajuda do português Akacorleone.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Automonitor
Sexta geração do Opel Corsa chega a Portugal ainda este mês