Lucros da Lego aumentaram 12% em 2011

legoNo ano passado, a Lego, a maior fabricante de brinquedos da Europa, registou um resultado líquido de 760 milhões de euros, mais 12% em relação aos 668 milhões de euros arrecadados em 2010.

As receitas, dinamizadas pelas vendas de brinquedos das gamas “Star Wars”, “Harry Potter” e “Piratas das Caraíbas”, aumentaram 17% para 2.514 milhões de euros, segundo um comunicado emitido pela fabricante dinamarquesa.

De acordo com a agência Bloomberg, a empresa sediada em Billund, Dinamarca, cresceu a um ritmo superior às concorrentes Mattel e Hasbro, as duas maiores fabricantes mundiais de brinquedos. Ambas as companhias divulgaram um crescimento de 7% das vendas em 2011. A Lego possui agora uma quota de mercado global de 7,1%, contra a participação de 5,9% em 2010.

«Os resultados são extremamente satisfatórios e reflectem um sólido crescimento de rentabilidade. O desenvolvimento positivo do mercado norte-americano continua intacto e, na maioria dos mercados europeus e asiáticos, conseguimos registar aumentos de vendas na ordem dos dois dígitos», afirma Jørgen Vig Knudstorp, CEO do Grupo Lego.

Para este ano, o Grupo espera um “desenvolvimento estável ou ligeiramente negativo no mercado europeu dos brinquedos em geral”, devido à crise económica, enquanto para as restantes regiões do mundo estima crescimentos “modestos”.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Isabel Barros distinguida com prémio «Excelência» na liderança. Foi a única portuguesa
Automonitor
Portugal a caminho de bater recorde de produção anual