Internacionalização ajuda aos resultados da Unicer

João Abecasis CEO Unicer_2A Unicer que atingir os 1000 milhões de euros de facturação até 2020. Para isso, está a investir na expansão para outras geografias e na produção fora de Portugal. Num encontro com jornalistas, o CEO da Unicer João Abecassis revelou hoje que, para além destes, tem ainda como desafios a manutenção da liderança nas cervejas e nas águas no mercado doméstico e o reforço da posição de Super Bock enquanto a cerveja portuguesa mais vendida no mundo.

Nesse sentido, a empresa de Leça do Balia tem em curso um investimento de 100 milhões de euros no seu Centro de Produção e que está a transformar a fábrica de cervejas numa «das melhores do mundo e a mais competitiva do ponto de vista de custos em toda a Europa». Em causa está a reconversão dos edifícios administrativos, com conclusão prevista para o início do próximo ano, e a construção do novo armazém logístico, a finalizar no arranque de 2015. É um projecto que reforça a sustentabilidade da empresa a longo prazo, gerando «ganhos efectivos de produtividade, de competitividade e poupanças operacionais na ordem dos 18 milhões de euros/ano», garante o responsável.

Os dois mercados prioritários para a empresa são então Portugal e Angola, estando para este pais previsto, no início de 2014, o arranque da construção da primeira fábrica fora de portas, em conjunto com parceiros locais. Em África, destaca-se ainda Moçambique onde a Unicer atingiu vendas de 20 milhões de litros em cinco anos. Noutras geografias, os olhares voltam-se para o Brasil, onde a empresa tem já licenciamento para produzir cerveja Super Bock, e a Arábia Saudita com uma estratégia distinta e adaptada à realidade local. Em ambos os mercados a previsão de volume de vendas é de 10 milhões de litros, nos próximos cinco anos.

Recorde-se que no exercício de 2012, a Unicer ultrapassou os 222 milhões de litros vendidos fora do país, que se traduzem em 167 milhões de euros. A cervejeira prevê que o crescimento no exterior aconteça também ao nível do envolvimento humano e da produção.

O CEO da Unicer apresentou ainda alguns dados que confirmam que os meses de Verão superaram as estimativas, com a marca a «liderar o mercado total de cervejas com uma quota em valor de 48,9 por cento (fonte: AC Nielsen – Year to date 2013). Também o mercado total de águas em Portugal é liderado pela empresa, com uma quota em valor de 28,4 por cento (fonte: AC Nielsen – Year to date 2013)», adiantou.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Outubro 2019
Automonitor
Já viu o novo ultracompacto 100% elétrico da Toyota?