Facebook baseia-se cada vez menos em Likes

O News Feed dos utilizadores do Facebook assentou, até agora, nas acções tomadas dentro da rede social, desde likes a cliques, partilhas e comentários. Mas o cenário parece estar a mudar e este tipo de actividade tem cada vez menos peso. Cheng Zhang e Si Chen, engenheiros de software do Facebook, explicam em publicação oficial que «estes factores nem sempre nos dizem a história completa daquilo que tem mais significado para ti».

É por isso que a rede social de Mark Zuckerberg optou por perguntar em vez de inferir. Surge, assim, o Feed Quality Panel, um painel composto por mais de mil pessoas a quem o Facebook pede para avaliar a sua experiência diária e apontar como o News Feed pode ser melhorado.

À questão “Quanto queres ver esta história no teu feed?”, os inquiridos têm de responder através de uma escala de uma a cinco estrelas. «Através desta investigação, usando uma amostra representativa de pessoas, somos capazes de entender melhor que histórias as pessoas estão interessadas em ver no topo dos seus News Feed, mesmo que escolham não clicar, gostar ou comentar.»

O resultado é uma mudança na forma como o News Feed opera. Em breve, o mural dos utilizadores do Facebook irá mostrar as histórias cuja probabilidade de interesse é alta mas também as histórias em que é bastante provável que ocorra algum tipo de interacção.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Saiba como competir além-fronteiras. E vencer.
Automonitor
Inédito BMW Série 2 Gran Coupé em 36 imagens