Como as marcas mudam a estratégia em tempo de guerra

Após o início do conflito russo-ucraniano, fomos perceber não apenas o impacto para muitas empresas que saíram do território, como as acções de apoio ao povo da Ucrânia por parte das empresas portuguesas a operar na região. Pelo meio, tentamos tirar a radiografia ao valor das marcas-País e dos seus respectivos líderes. No mundo real e virtual.

Texto de Daniel Almeida, Filipa Almeida, Maria João Lima e M.ª João Vieira Pinto

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Março de 2022 da revista Marketeer

Artigos relacionados

Comentários estão fechados.