Carros sem condutor da Google arrancam para a estrada

self-driving-car1O Departamento de Veículos Automóveis (DVA) do estado do Nevada, Estados Unidos, concedeu à empresa tecnológica Google a primeira licença para testar carros que se conduzem a si próprios na via pública. O objectivo é o de perceber como estes veiculos se comportam em ruas movimentadas e auto-estradas.

«Estamos entusiasmados por receber a primeira licença para efectuar testes a carros sem condutores no Nevada», afirma um porta-voz da Google ao site especializado em tecnologia Cnet. «Acreditamos que o enquandramento [legal] deste estado vai ajudar-nos a acelerar o desenvolvimento da tecnologia que vai tornar a condução mais segura e agradável», assevera.

De acordo com o Cnet, o estado do Nevada tem sido pioneiro na legislação que permite a colocação de carros autónomos em estrada. No ano passado, tornou-se o primeiro estado norte-americano a aprovar uma lei que permite que estes veículos sejam testados na via pública, desde que estejam duas pessoas no interior do carro (nos lugares da frente) durante a realização dos testes.

Segundo o Las Vegas Sun, a frota de protótipos de veículos autónomos da Google neste projecto, que envolve uma equipa de especialistas em robótica, inclui seis Toyota Prius, um Audi TT e um Lexus RX450h. A empresa pretende que os veículos sejam capazes de conduzir até um destino escolhido através de sinais visuais, software de inteligência artificial, um sistema GPS, e um conjunto de sensores, que permitem que o sistema controle automaticamente os travões, acelerador e direcção do carro.

A empresa espera que, no futuro, estes veículos «ajudem a prevenir acidentes rodoviários, a poupar tempo às pessoas e a reduzir as emissões de dióxido de carbono», de acordo com Sebastian Thrun, engenheiro de software da Google.

A segurança do sistema é garantida por sensores de proximidade e por um radar a laser montado no tejadilho do carro que capta imagens em todas as direcções e contrói um mapa tridimensional da área, detectando dessa forma outros veículos na estrada. A Google afirma já ter realizado mais de 200 mil milhas (cerca de 322 mil km) em testes em pistas privadas desde que o projecto foi iniciado, em 2010.

O primeiro passageiro civil de um carro sem condutor da Google foi Steve Mahan, um invisual norte-americano que perdeu 95% da visão. Veja aqui o vídeo:

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Pela primeira vez, há uma portuguesa a presidir a Multilaw
Automonitor
Via Verde Estacionar chega à Maia