TGV pede filmes mais curtos a Hollywood

De 3h15, o percurso de comboio entre Bordéus e Paris vai passar a demorar 2h04. A partir de dia 2 de Julho, vai ser possível apanhar um TGV e chegar de uma cidade à outra mais rapidamente, o que traz benefícios mas também há alguns problemas.

Na campanha de publicidade desenvolvida para dar a conhecer a novidade, a diminuição do tempo passado dentro do TGV pode ser um inconveniente para os viajantes na medida em que não oferece tempo suficiente para ver um filme completo. No filme, a Client Relationship manager do TGV encontra uma solução para o problema: encurtar os filmes de Hollywood.

Para atingir o seu objectivo, Valérie Ducombe, interpretada pela actriz Camille Lou, tenta convencer o actor e realizador Kevin Costner a cortar algumas partes de um filme que está a gravar. A escolha de Kevin Costner deve-se ao facto de ser conhecido por filmes bastante longos: “Dance with Wolves” em 3h01 e “Robin Hood” 2h31, por exemplo.

A campanha terá também uma representação em imprensa, com uma carta aberta a Pedro Almodóvar, presidente da edição deste ano Cannes Film Festival, pedindo-lhe que apoie o TGV na diminuição dos filmes.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Portugal atraiu 610 estrangeiros «altamente qualificados» através deste programa
Automonitor
Regulamento da mobilidade elétrica obriga a celebrar contratos de adesão