T-shirts recuperam antigas marcas nacionais

LusaP_2Chama-se Archivo, foi criada por um ex-publicitário e designer gráfico e pretende fazer um tributo às antigas marcas portuguesas, em forma de t-shirt. “Escrever Archivo da forma como se escrevia antes da Reforma Ortográfica de 1911 não é, pois, coincidência”, diz a marca de roupa.

Lançada há cerca de um mês, a Archivo arrancou com a colecção Marcas. “As t-shirts Archivo Marcas são uma homenagem às marcas portuguesas que caíram no esquecimento, mas que povoam o imaginário colectivo. Assim, ao saírem da gaveta, ganham uma nova vida e vão fazer as delícias dos amantes do ‘vintage style’, e também de Portugal”, continua a marca em nota de imprensa.

Oliva (marca de máquinas de costura, de 1925), Lanol (sabonetes e produtos cosméticos, de 1949), Ozalid (papel, de 1949), Lusa (fitas para máquinas de escrever, dos anos 50) e Natura (conservas alimentares, de 1932) são as primeiras marcas a que a Archivo presta homenagem. Cada t-shirt contém uma etiqueta impressa nas costas, em grande formato, que resume, em português e inglês, a história da marca.

«Por acreditar no nosso País, na nossa história e nos seus símbolos, em que se incluem as nossas marcas históricas, e por querer apostar num dos poucos mercados que estão em crescimento entre nós – o turístico -, achei que estava na altura de criar a marca Archivo», conta o fundador, Pedro Fernandes. «Os primeiros resultados têm sido muito positivos. Em pouco mais de um mês, dez lojas têm à venda as t-shirts Archivo, e algumas centenas foram já vendidas», adianta.

A Archivo tem também uma colecção dedicada à calçada portuguesa, que ilustra os diferentes padrões consoantes as zonas da cidade. O portefólio pode ser consultado no site da marca.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Page Assessment tem novo Executive manager
Automonitor
Conselhos para conduzir à chuva