Segurança a toda a prova

MARKETEER CONTENTS

Foi em 2012 que se realizou a primeira edição do BP Segurança ao Segundo (BPSS). De lá para cá foram cerca de 19 mil alunos e quatro centenas de escolas secundárias que foram envolvidos nas acções de sensibilização para a segurança.

«Dos mais novos aos estudantes universitários, seja através da educação, da sensibilização ou da dinamização de acções que visem promover a segurança, temos reforçado parcerias e temos estado envolvidos em diversos projectos, como o BPSS, sempre com o objectivo de identificar caminhos que permitam responder aos desafios da segurança que actualmente se impõem à sociedade», explicaAnabela Silva, Marketing & External Communications Manager da BP Portugal.

Ao longo de 20018 estiveram envolvidos no BPSS cerca de 300 alunos, a representar 54 equipas, de 20 localidades de nove distritos. Após a fase de candidaturas e escolhidas as cinco equipas finalistas, o passo seguinte foi a construção de um storyboard que serviu de base para produzir, realizar e protagonizar um anúncio publicitário.

Paralelamente, os embaixadores levaram o BPSS a escolas, dando a conhecer o programa, convidando à participação de alunos e professores e alertando para a segurança rodoviária. BP nas escolas No início de 2018, Salvador Mendes de Almeida, presidente da Associação Salvador, e os pilotos Miguel Barbosa e Miguel Oliveira estiveram na Escola Secundária José Gomes Ferreira, em Lisboa, para uma iniciativa sobre Segurança Rodoviária.

Com este tipo de palestras e acções de sensibilização nas escolas, a BP acredita que a mensagem chega de uma forma mais directa e mais impactante. Neste caso, os embaixadores deram testemunhos na primeira pessoa. Os pilotos alertaram para as diferenças entre a velocidade nas pistas, onde a segurança é base para produzir, realizar e protagonizar um anúncio publicitário. Paralelamente, os embaixadores levaram o BPSS a escolas, dando a conhecer o programa, convidando à participação de alunos e professores e alertando para a segurança rodoviária.

BP nas escolas No início de 2018, Salvador Mendes de Almeida, presidente da Associação Salvador, e os pilotos Miguel Barbosa e Miguel Oliveira estiveram na Escola Secundária José Gomes Ferreira, em Lisboa, para uma iniciativa sobre Segurança Rodoviária. Com este tipo de palestras e acções de sensibilização nas escolas, a BP acredita que a mensagem chega de uma forma mais directa e mais impactante. Neste caso, os embaixadores deram testemunhos na primeira pessoa.

Os pilotos alertaram para as diferenças entre a velocidade nas pistas, onde a segurança é Cais em 10 anos – procura alinhar as necessidades de recursos humanos de cada posto de abastecimento BP com a dimensão e perfil dos candidatos CAIS. Uma missão que conta com o envolvimento dos concessionários dos postos de abastecimento da marca. Na área da Educação, a BP associou-se em 2016 à plataforma “Skills jovem: da educação para o emprego” promovida pela APRICEM – Associação para a Promoção de Inteligência em Competências Emocionais.

No ano a seguir, a BP Portugal tornou-se parceira do Vitruvius FabLab ISCTE-IUL. No âmbito desta colaboração, atribuiu três bolsas de estudo a alunos que pretendessem frequentar o Curso de Especialização em Territórios Colaborativos. Com forte componente prática e multidisciplinar, o curso contribui para que os profissionais possam adquirir uma consciência crítica e as competências necessárias para assumirem uma posição de relevo no campo da investigação e da prática e tornar-se uma mais-valia para as comunidades. «A BP tem estado envolvida em diversos projectos com o objectivo de identificar caminhos que permitam responder aos desafios que se impõem à sociedade», justifica Anabela Silva.

Sempre que possível os colaboradores estão presentes, seja partilhando o seu saber para enriquecer projectos seja contribuindo com mão-de-obra para assegurar que têm uma conclusão feliz. «Queremos assumir- -nos, cada vez mais, como um verdadeiro exemplo de uma empresa que promove e pratica a Cidadania Empresarial, e que incentiva os colaboradores a envolver-se no desenvolvimento sustentável da comunidade.» A BP mantém o apoio ao Refúgio Aboim Ascenção há 10 anos através do fornecimento de combustível. Tem, igualmente, com o fornecimento do combustível para as carrinhas, uma parceria com a Fundação do Gil para apoiar o Projecto UMAD – Unidades Móveis de Apoio ao Domicílio.

Do mesmo modo, mantem, desde 2012, um protocolo com a Associação Salvador, com foco nas questões relativas à Prevenção e Segurança Rodoviária. A BP Portugal apoia também há vários anos a Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares contra a Fome através da “Campanha AJUDA VALE” vendendo na rede da BP, de norte a sul do País, cupões-vale que o Banco Alimentar depois transforma em produtos específi cos do Pingo Doce. Estabeleceu, recentemente, uma parceria com o SEMEAR, um projecto piloto integrado de formação e capacitação socioprofi ssional de jovens adultos com necessidades especiais, no sector agrícola e actividades relacionadas.

Em termos ambientais, tem uma parceria com a Fundação Mata do Buçaco há cinco anos no âmbito do projecto de recuperação do património da Mata Nacional do Buçaco. Com estes apoios a BP acredita que a sua marca tem um maior reconhecimento e, consequentemente, fi delização. «As empresas que apresentam uma conduta condizente com o que divulgam são as mais respeitadas e conquistam maior destaque e credibilidade no mercado. A BP há muito que ganhou o respeito do mercado e dos consumidores e assim pretende manter-se.

Por isso, continuamos atentos aos princípios éticos para estabelecer critérios e parâmetros adequados a uma actividade empresarial socialmente responsável. A pressão que um mercado globalizado exerce nas empresas faz com que tenhamos de analisar- nos continuamente». Daí que a BP conduza as suas actividades segundo vários padrões de responsabilidade social corporativa, seja por meio de acções sociais que agem sobre a comunidade seja pela preocupação com o meio ambiente seja ainda pela participação em projectos socialmente responsáveis.

«Há uma preocupação crescente em manter uma boa conduta empresarial para a qual efi ciência e lucro podem ser combinados com valores como, cidadania, preservação ambiental e ética nos negócios.» Para o futuro, a BP Portugal quer continuar a ser uma empresa sustentável, socialmente responsável, que acrescente valor à comunidade, seja através de projectos já em desenvolvimento seja através de novas propostas cujos objectivos estejam totalmente alinhados com a missão na área da Cidadania Empresarial. «Além de empresa competitiva, queremos ser também um actor de transformação social que, além suprir as actuais necessidades, se preocupa em atender as das gerações futuras, sem prejudicar o meio ambiente e garantindo uma formação saudável e uma interacção de respeito entre homem e natureza.»

O que a BP tem pela frente é um desafi o tão grande e tão estimulante como o de verdadeiramente transformar economias. «Queremos acreditar que deixamos a nossa marca na melhoria da qualidade de vida dos portugueses e na dinamização do tecido empresarial nacional quer seja através dos nossos valores, na mudança de paradigmas do sector energético, da inovação, das boas práticas sociais e ambientais, dos parceiros e dos projectos que continuamos a abraçar.»

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Isabel Barros distinguida com prémio «Excelência» na liderança. Foi a única portuguesa
Automonitor
Portugal a caminho de bater recorde de produção anual