Santa Casa quer unir fado e boas causas

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) assume, este ano, o papel de naming sponsor do festival que até agora era conhecido como Caixa Alfama. Mas a instituição não quer fica por aqui: além de dar nome ao evento, pretende levar as boas causas para o bairro lisboeta.

O apoio a pessoas com mobilidade reduzida nos dias dos concertos e a disponibilização de estruturas de acessibilidades são algumas das promessas da SCML. Além disso, pretende aproveitar a sua presença reforçada no evento para sensibilizar a comunidade para a importância da inclusão social.

A SCML acredita que “muitos dos valores defendidos pela instituição podem ser transmitidos através da música e dos seus vários estilos”, segundo refere em comunicado.

A edição deste ano do Santa Casa Alfama terá mais de 40 concertos distribuídos por 12 palcos. Para já, estão confirmados nomes como Alexandra, Dulce Pontes, Paulo de Carvalho e Raquel Tavares no Palco Santa Casa; Carlos Leitão e Teresa Tapadas no Palco Museu do Fado – Restaurante; Família Parreira (António, Paulo e Ricardo) e Marta Pereira da Costa no Palco Museu do Fado – Largo do Chafariz de Dentro.

Destaque ainda para o novo palco no terraço do Terminal de Cruzeiros de Lisboa, onde vai ser possível desfrutar de fado cantado ao final da tarde.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Outubro 2019
Automonitor
Já viu o novo ultracompacto 100% elétrico da Toyota?