Cinco dicas de negócios que empreendedores podem aprender com o poker

Ter sucesso nos negócios exige uma série de valências. Mais do que conhecimento técnico, o sucesso de um empreendedor depende da sua capacidade para gerir o risco, aproveitar boas oportunidades, controlar as suas próprias emoções, ou lidar com situações imprevistas.
Curiosamente, o mesmo pode ser dito de um jogador profissional de poker. O poker é um jogo que simula o ambiente empresarial porque envolve sorte, competição, e habilidade: três fatores centrais ao mundo dos negócios. Não é por acaso que muitos empreendedores de sucesso jogaram poker em algum momento das suas vidas.
Jogar Texas Holdem poker online é mais popular do que nunca, e existem várias lições de negócios que podem ser extraídas do popular jogo de cartas. Neste artigo, compilámos cinco das melhores dicas de empreendedorismo inspiradas pelo poker. Algumas foram mesmo recomendadas por empresários de sucesso em áreas como a logística e a tecnologia.

1. Tirar o melhor partido de boas e más situações


A sorte participa tanto de uma partida de poker como do mundo dos negócios.

No poker, tal como no mundo dos negócios, não é possível escolher a mão com que se joga. O empreendedor Lei Chang Wen, da Ninja Van—uma consultora de logística sediada em Singapura—considera que tirar o melhor partido de boas e más situações é uma das melhores lições que empreendedores podem aprender com o poker. Para Wen, a chave passa pelo controlo emocional, um atributo fundamental de qualquer jogador de poker.
Wen acredita que os empreendedores, tal como os jogadores de poker, devem estar emocionalmente preparados para lidar com períodos bons e períodos maus. Assumir uma “poker face” passa muito por mascarar a euforia de receber uma mão boa e manter a cabeça fria após receber uma mão má. Só assim é possível tomar a melhor decisão possível quer em momentos de sorte, quer em momentos de azar, tirando o melhor partido de boas e más situações.

2. Esperar pelo momento certo para agir

Existem muitos jogos de estratégia que inspiram paciência, desde o xadrez até ao Monopólio. Contudo, nenhum jogo está tão assente na ideia de esperar pacientemente por uma boa oportunidade como o poker. Na mesa de jogo, como no mundo dos negócios, não se pode ganhar sem agir. Mas agir no momento errado pode ser fatal; é mesmo preciso aguardar pela altura certa para fazer um move.
Chua U-Zyn, o cofundador da empresa de tecnologia Cake DeFi, acredita que o poker é valioso para empresários e empreendedores porque se trata de um jogo de informação incompleta, que simula a vida, e que coloca várias pessoas a competir pelo mesmo prémio. Numa entrevista concedida em 2020, U-Zyn afirmou que o poker o ensinou a navegar o mundo dos negócios com mais astúcia porque lhe instilou paciência.

3. Reconhecer causas perdidas


No poker, desistir pode ser tão importante como apostar.

O poker é um jogo de forte cariz matemático que envolve o conceito de probabilidades. Mas uma coisa é reconhecer quais são os desfechos possíveis, e outra é conseguir conter a esperança de que aquela carta sairá, por mais improvável que seja. Na opinião de Anna Vanessa Haotanto, COO da firma de investimentos ABZD Capital, o poker pode ensinar empresários a reconhecer causas perdidas e a perceber quando é preciso desistir de um projeto.
A maioria dos jogos recompensa jogadores perseverantes, que nunca “deitam a tolha ao chão.” O poker, contudo, tem a particularidade de recompensar jogadores que sabem quando devem desistir de uma mão fraca. Ainda que “nunca desistir” seja um lema do meio empresarial, a noção de que desistir nem sempre é mau pode ajudar empreendedores a poupar muito tempo e dinheiro.

4. Gerir os recursos disponíveis

Os paralelos que existem entre o poker e o mundo dos negócios também viajam na direção contrária. O poker pode ajudar muitos empresários a tomar melhores decisões, mas um bom jogador de poker também precisa de perceber de negócios. No vídeo abaixo, o jogador profissional de poker Alec Torelli discute com o advogado Mac Verstandig acerca dos benefícios de tratar uma carreira no poker como um negócio:

A conclusão mais interessante é a de que, no poker, tal como no meio empresarial, uma boa gestão dos recursos disponíveis é fundamental. Tanto o poker como os negócios são sistemas incompletos, mas onde os recursos disponíveis (sejam fichas de poker ou capital) estão limitados.

5. Aprender a ignorar o incontrolável

Cofundador do mercado online ShopBack, o empresário Joel Leong considera que o poker o ajudou a ser melhor empreendedor por ensinar-lhe a concentrar-se naquilo que pode ser controlado. Parte do sucesso de um jogador de poker passa por tentar “adivinhar” quais são as cartas dos outros jogadores, mas saber o que fazer com as próprias cartas é ultimamente o fator determinante para o desfecho de uma partida de poker.
Leong recomenda que, tanto nos negócios como no poker, é preciso começar por reconhecer aquilo que não pode ser controlado e perceber o que pode ser feito com aquilo que pode ser controlado.

Ler Mais



loading...
Artigos relacionados

Comentários estão fechados.