Anúncio da Dior proibido no Reino Unido

Um anúncio a uma máscara de pestanas da Christian Dior foi proibido no Reino Unido por “induzir os consumidores em erro”, ao manipular digitalmente as pestanas da protagonista da campanha, Natalie Portman, mostrando um resultado que não corresponde à realidade.

No anúncio a imagem da actriz faz-se acompanhar por uma mensagem, que afirma que a máscara produz “um efeito espectacular de multiplicação do volume, pestana a pestana”, noticia a Exame brasileira.

A Advertising Standards Authority (ASA), entidade reguladora da publicidade no Reino Unido, decidiu proibir a campanha depois de uma das concorrentes da Dior na indústria de cosméticos, a L’Oréal, ter feito uma queixa contra o anúncio, por considerá-lo “exagerado e fazer com que os consumidores sejam enganados sobre os possíveis efeitos do produto”.

Em sua defesa, a Dior garantiu que Natalie Portman não usou pestanas falsas no anúncio, mas admitiu que foi utilizado o Photoshop para aumentar a espessura e o volume das pestanas. A insígnia reforçou ainda que os os consumidores esperam que as imagens utilizadas em anúncios a produtos de beleza tenham um estilo profissional, adianta a imprensa britânica.

Ainda assim, a ASA decretou que não existem provas de que o produto possa replicar o resultado demonstrado no anúncio, pelo que pode “induzir em erro”.

Esta não é a primeira vez, no Reino Unido, que anúncios alterados com Photoshop são proibidos. Recorde-se que em Fevereiro passado foi vetada uma publicidade a um creme anti-rugas da L’Oréal, em que o rosto da sua protagonista, a actriz Rachel Weisz, foi alterado até deixar de corresponder ao efeito real do produto.

Além do anúncio com Weizs, a L’Oréal já viu serem proibidas outras campanhas no Reino Unido, onde figuravam Julia Roberts, Christy Turlington e Penélope Cruz.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)