Walmart repõe produtos após quebra de vendas

walmartA Walmart colocou de novo cerca de 300 produtos nas prateleiras das suas lojas norte-americanas quando percebeu que estava a desiludir alguns os clientes por não vender determinados produtos. Como parte do seu programa de remodelação de lojas Project Impact U.S., a cadeia de lojas tem vindo a retirar os produtos menos vendidos das suas prateleiras, tentando substituí-los por produtos de venda mais rápida ou de maior popularidade.

Bill Simon, COO do Walmart EUA, revelou, porém, que o facto de não haver certos tamanhos ou sabores de alimentos em stock fez com que a Walmart perdesse a presença de um cliente e não apenas a venda daquele produto em particular. Bill Simon dá um bom exemplo: se os clientes sabem que não vão encontrar um saco de 500 gramas de arroz integral na Walmart e que não têm dinheiro para comprar o de um quilograma (que está disponível), então acabarão por levar o seu dinheiro para outro supermercado que tenha sacos de 500 gramas de arroz integral. Ou seja, a Wallmart perde o valor de um cabaz de compras inteiro e não apenas o euro do saco de 500 gramas de arroz integral.

A cadeia de lojas está agora a trabalhar para melhorar o seu processo de remodelação de lojas. Em vez de investir dinheiro em promoções mensais, a Walmart afirmou estar centrada em reduções de preços a longo prazo nos produtos alimentares e de consumo mais importantes.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Estes 10 benefícios vão ser os mais desejados pelos colaboradores em 2020
Automonitor
Os peculiares protótipos que a Daihatsu vai levar a Tóquio