Samsung quer reciclar os polémicos Note7

Os Samsung Note7 retirados do mercado por perigo de explosão poderão ter uma nova vida. A tecnológica quer reciclar os equipamento, apoiando-se numa abordagem mais amiga do ambiente, ao contrário do que tinha anunciado inicialmente. Quando a polémica surgiu, a Samsung afirmou que pretendia destruir por completo os smartphones na origem do problema.

Porém, numa nota publicada hoje, a Samsung afirma que estabeleceu três princípios para garantir que os dispositivos Galaxy Note7 são reciclados e processados de uma forma sustentável e positiva para o ambiente. Em primeiro lugar, deverá ser considerada a hipótese de recuperação dos equipamentos ou aluguer, quando aplicável.

Depois, todos os componentes que possam ser salvos devem ser retirados dos dispositivo e reutilizados em novos produtos. Por fim, devem ser utilizados métodos que não sejam prejudiciais ao ambiente aquando da realização de tarefas como extração de metais.

Segundo a Samsung, o cumprimento dos seus objectivos está dependente de aprovação das entidades reguladoras, bem como das operadoras. Os mercados e datas de lançamento serão anunciados de acordo com o resultado deste processo, esclarece ainda a marca.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Patrões portugueses são os menos instruídos da Europa
Automonitor
História: O dia em que o Papamóvel foi salvo