Sabe o que é “Viver Insync”? A Activia explica

Partindo do facto de que apenas duas em cada 10 mulheres sentem que o talento feminino é reconhecido em Portugal, a Activia apresenta um novo conceito com o objectivo de inspirar as mulheres a atingirem o seu potencial máximo e a sentirem-se bem consigo próprias. “Viver Insync” é sinónimo de auto-estima, encontro com o “eu interior” e superação de factores externos para alcançar o que desejam.

Para dar vida ao novo conceito “Viver Insync”, a Activia vai celebrar casos reais de mulheres de todo o mundo, incluindo portuguesas, que encontraram forma de se sentirem realizadas consigo mesmas.

Na base de tudo isto está um inquérito realizado a 470 mulheres com idades entre os 18 e os 64 anos, residentes em Portugal Continental. O estudo, promovido em parceria com a Marktest e a Oficina da Psicologia revela não só que apenas 22% das mulheres considera que o talento feminino é reconhecido como também que esse reconhecimento é mais evidente no âmbito familiar e menos no trabalho.

Quanto ao que as motiva a mostrar o seu potencial, as respostas variam consoante a faixa etária, sendo que entre os 18 e os 34 anos o reconhecimento profissional é a maior motivação. Nos restantes casos, o reconhecimento da família e amigos é o maior impulsionador.

Filipa Jardim Silva, psicóloga da Oficina da Psicologia, considera, face aos resultados, que «é nos seus papéis familiares que as mulheres portuguesas se sentem mais realizadas: como mães, cônjuges, filhas, etc.». A profissional explica que «ainda que estejamos avançados no século XXI e na equiparação dos géneros», as mulheres não se sentem tão realizadas enquanto elementos que contribuem para a sociedade como profissionais.

Quanto aos obstáculos mais apontados relativamente ao desenvolvimento do talento entre as mulheres, o estudo destaca a discriminação e os preconceitos culturais (69,4%), o menor número de oportunidades (58,5%) e os critérios de sucesso maioritariamente masculinos (56,2%). Contudo, 91% das mulheres concorda que podem melhorar as suas competências, caso invistam nesse sentido.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Estes 10 benefícios vão ser os mais desejados pelos colaboradores em 2020
Automonitor
Os peculiares protótipos que a Daihatsu vai levar a Tóquio