Quanto vale uma DOP na venda de carne?

dop_venda_carne_As preocupações com a qualidade dos produtos alimentares têm feito aumentar o consumo de carne com Denominação de Origem Protegida. E levado os vários agrupamentos de produtores a estender portefólios e a alargar canais de distribuição.

A importância de um selo DOP (Denominação de Origem Protegida) na comercialização de carne pode ser medida pelos 12 milhões de euros que a Carnalentejana SA, agrupamento de criadores de raça bovina alentejana pura, facturou em 2009. Valor que cresceu mesmo para os 14 milhões em 2010. Mas as conquistas de uma marca de produtor com 18 anos, cuja carne é vendida desossada e embalada em vácuo, estão igualmente expressas na sua implantação nas principais insígnias de distribuição do País – o canal de vendas privilegiado da Carnealentajana, que escoa cerca de 98% da produção -, nomeadamente as cadeias Auchan (Jumbo e Pão de Açúcar), Sonae (Modelo e Continente), Gestiretalho (Pingo Doce), Nabeirodist, El Corte Inglés e E.Leclerc. Penetração que se explica, segundo Gonçalo Bagulho Albino, director comercial da Carnalentejana SA, porque «os grupos de distribuição estão mais preocupados em divulgar produtos portugueses de qualidade».

PARA LER O ARTIGO NA ÍNTEGRA CONSULTAR EDIÇÃO IMPRESSA Nº 174

 

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Outubro 2019
Automonitor
Já viu o novo ultracompacto 100% elétrico da Toyota?