O que mudou no ranking das marcas mais valiosas?

Pouco mudou, desde o ano passado, relativamente às marcas mais valiosas do mundo, dado que o ranking da Interbrand mantém os primeiros quatro lugares inalterados. No top 100 revelado pela consultora da Omnicom, a Apple não só continua a liderar como conseguiu conquistar um aumento de 5% no seu valor, que chega agora aos 178,1 mil milhões de dólares (159,2 mil milhões de euros).

A marca Google mantém-se também em segundo lugar, registando um crescimento ainda maior: mais 11% chegando aos 133,2 mil milhões de dólares (119 mil milhões de euros). Já a Coca-Cola, que está de novo em terceiro, vê o seu valor cair 7% para 73 mil milhões de dólares (65,2 mil milhões de dólares). O quarto lugar mantém-se também ocupado pela Microsoft, que cresceu 8%, face ao ano passado, chegando aos 72,7 mil milhões de dólares (64,9 mil milhões de euros).

O top 10 é concluído por Toyota, IBM, Samsung, Amazon, Mercedes-Benz e General Electric, sendo que esta última é a única que não fazia parte dos 10 primeiros lugares no ranking anterior. Destaque ainda para as mudanças de marcas como a Hermès, que subiu do 41º para o 34º, Philips (do 47º para o 41º), Hewlett Packard Enterprise e HP que entram pela primeira vez no ranking enquanto empresas separadas (44º e 48º, respectivamente), Lego (do 82º para o 67º), Huawei (do 88º para o 72º), Dior e Tesla, que também não constavam no top 100 no ano passado (89º e 100º respectivamente).

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
CTO da Altice Portugal distinguido como «Inovador do Ano»
Automonitor
Vídeo: Mesa redonda da 2ª conferência do AUTOMONITOR