Marcas: deixem os feeds dos consumidores em paz

Não vale a pena correr atrás dos consumidores. Especialmente, quando falamos da Geração Millennials (entre os 20 e os 39 anos) e da Geração Z (entre os 16 e os 19 anos), já que perto de 75% destes jovens dizem não estar interessados em marcas cuja publicidade é muito agressiva nas redes sociais. O truque, de acordo com um estudo publicado pela Harris Poll, é deixar que os consumidores procurem as marcas e não o contrário.

Mas, atenção, isto não significa que as marcas devem negligenciar as plataformas digitais. Se não tiverem um site ou redes sociais actualizadas, como podem esperar que os consumidores os contactem? O mesmo estudo indica ainda que cerca de 80% dos Millennials que deixa uma mensagem a uma marca através da Internet, espera que uma resposta surja no prazo de 24 horas.

A razão pela qual os consumidores preferem procurar eles próprios as informações e entrar em contacto com as marcas prende-se com uma questão de confiança. Actualmente, as gerações mais jovens confiam mais em sites com críticas como a Amazon (85%), fóruns (65%) ou redes sociais (53%). Colocar anúncios no feed dos consumidores sem lhes pedir autorização e sem interagir com eles não tem os melhores resultados.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Isabel Barros distinguida com prémio «Excelência» na liderança. Foi a única portuguesa
Automonitor
Portugal a caminho de bater recorde de produção anual