Letras A, B e O fazem falta ao Reino Unido

Há letras a desaparecer das placas, ruas e jornais do Reino Unido mas não são falhas aleatórias. Somente as letras A, B e O foram retiradas das palavras como sinal de alerta para os números reduzidos de doações de sangue no país.

A campanha faz parte da National Blood Week, uma semana criada pela NHS Blood and Transplant, autoridade britânica responsável pela gestão dos bancos de sangue. A hashtag #missingtype é a assinatura da campanha que arrancou as letras correspondentes aos tipos sanguíneos de várias fachadas e publicações, incluindo a rua da residência do primeiro-ministro e o jornal Daily Mirror.

Os britânicos estão também a ser desafiados a retirarem as letras A, B e O dos seus próprios nomes nas redes sociais e a partilharem a mudança com a hashtag da campanha, mostrando a falta que estas letras fazem.

A campanha surgiu devido à quebra no número de doadores nos últimos anos, no Reino Unido. Na última década, as doações de sangue caíram 40%, colocando em risco milhões de pessoas.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Automonitor
Novo Alpine A110S pronto para encomendar em Portugal