Indústria têxtil portuguesa tem jornal dedicado

Nasceu para ajudar a prosperar a comunidade têxtil portuguesa e conta com a ajuda de Manuel Serrão enquanto director para conseguir cumprir o seu objectivo. O também administrador executivo da Selectiva Moda explica à Marketeer que o T é um jornal mensal, criado no seio da Associação Têxtil e Vestuário de Portugal (ATP), e que pode ser acedido através de assinatura desde o mês de Agosto.

Com imagem do designer Pedro Pimentel, o T não sai para as bancas mas é distribuído pelo correio aos cerca de 600 associados da ATP, assim como às empresas que participam nas acções promovidas pela Selectiva Moda, uma associação sem fins lucrativos que une a ATP à Associação Nacional dos Industriais de Lanifícios (ANIL). A circulação mensal é de quatro mil exemplares e a adesão tem sido boa, garante Manuel Serrão.

Destinado a todo o mercado têxtil em Portugal, desde fornecedores a consumidores, passando por empresários e quadro de trabalhadores, o T quer produzir conteúdos para a indústria, mas não só. Na sua mira estão também o comércio, a moda, os criadores, as feiras, as universidades, as escolas e os centros de formação.

Quanto ao investimento necessário para colocar o jornal de pé, Manuel Serrão diz apenas que «o T ambiciona e espera encontrar a sua sustentabilidade nas receitas obtidas com a publicidade e assinaturas». Já do lado das parcerias, para além da Selectiva Moda, encontramos o Centro Tecnológico das Indústrias Têxtil e do Vestuário de Portugal (CITEVE), o Centro de Formação Profissional da Indústria Têxtil, Vestuário, Confecção e Laníficios (MODATEX) e as universidades do Minho e da Beira Interior.

Evolução para o digital

Com apenas três meses de vida, o T já tem um plano delineado relativamente ao que será o seu futuro. O sector têxtil não ficará apenas no papel. Esta semana, o jornal chegou ao Facebook, onde vai partilhando alguns dos conteúdos que podem ser lidos na edição física, e, na Primavera, pretende encontrar uma nova casa online. «A presença no digital online contemplará um site e uma newsletter diária difundida juntos dos assinantes», esclarece o director. No site, os conteúdos exclusivos conviverão com artigos já publicados no jornal.

Para levar tudo isto a cabo, o T conta ainda com Paulo Vaz, director-geral da ATP, enquanto editor e com uma equipa de três pessoas – dois jornalistas e uma designer. A estilista Katty Xiomara e o director-geral do Porto canal Júlio Magalhães também colaboram com o T.

Texto de Filipa Almeida

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Acompanha aqui o lançamento oficial do Sapo Prime, uma nova forma de comprar conteúdos jornalísticos
Automonitor
Europa: Vendas da Hyundai superam mercado