Impacto económico do Nos Primavera Sound deve ultrapassar 2014

O Nos Primavera Sound é um dos principais festivais da zona Norte do País e, por isso, é também uma das maiores fontes de receitas para a região. De acordo com as previsões do Instituto Superior de Administração e Gestão (ISAG), o impacto económico da edição deste ano do festival da Nos deve ultrapassar os valores de 2014.

O estudo de públicos desenvolvido pelo ISAG concluiu que, no último ano, 30% dos visitantes do festival era de fora de Portugal e 91% não eram residentes na área metropolitana do Porto tendo-se deslocado de propósito ao Parque da Cidade para participar no Nos Primavera Sound.

Tendo em conta factores de impacto directo como alojamento e deslocações e ainda factores de impacto induzido como os gastos em refeições, o ISAG estima que o impacto económico das despesas médias tanto na própria cidade do Porto como no recinto do festival tenha ascendido aos 18 milhões de euros.

O número de visitantes a passar quatro ou mais noites no Porto também aumentou em 2014, relativamente ao ano anterior, sendo que a escolha do alojamento prendeu-se essencialmente com a localização e só depois com o preço. Em 2013, porém, o preço havia sido o principal factor a considerar.

A edição de 2015 começa já amanhã e vai até Sábado, sendo que para hoje está preparado um aquecimento de entrada gratuita com Cícero, Regula, Rodrigo Affreixo e Moullinex.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Page Assessment tem novo Executive manager
Automonitor
Conselhos para conduzir à chuva