H&M abre votações para prémio de um milhão de euros

Já estão abertas as votações para a terceira edição do Global Change Award, promovido pela H&M Foundation. O objectivo é distribuir um milhão de euros por entre cinco projectos inovadores que ajudem a reimventar a indústria da moda e, em simultâneo, proteger o ambiente.

As cinco soluções receberão dinheiro, resta apenas saber quanto. A decisão está nas mãos do público, que tem até ao próximo dia 16 para votar online nos seus projectos preferidos. A votação está a decorrer no site da competição.

Quanto aos projectos seleccionados, a Crop-A-Porter tem por base a criação de biotêxteis sustentáveis a partir de sobras de colheitas alimentares (linhaça, cana de açúcar e ananases, por exemplo). A Algae Apparel,por seu turno, transforma algas em biofibra e tintas ecológicas com propriedades benéficas para a pele.

A votos estão também a Smart Stitch e a The Regenerator. A primeira consiste num fio de fácil dissolução que torna a reparação e reciclagem mais fáceis; a segunda ambiciona “recircular” a moda com novas fibras têxteis, separando tecidos mistos de algodão e poliéster.

Por fim, a Fungi Fashion recorre a raízes de cogumelos degradáveis para produzir roupa à medida.

«A forma como gerimos e consumimos recursos será crucial para a vida das gerações actuais e futuras. Todas as indústrias precisam de repensar, inovar e desafiar o status quo. As inovações criativas são essenciais para fazer esta mudança e felicito os vencedores dos Global Change Awards, todos eles com a capacidade de ajudar a reinventar a indústria da moda, permitindo que produtos e recursos tenham diferentes ciclos em vez de uma única vida», afirma Karl-Johan Persson, membro do Conselho da H&M Foundation e CEO da H&M Hennes & Mauritz AB.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Conheça o programa completo da XVIII Conferência Human Resources
Automonitor
Nova estrutura da SIVA e SOAUTO mantém trabalhadores