Francisco Bobone reforça equipa global da Vodafone

Aos 37 anos, Francisco Bobone, que até ao início deste mês era ATL/BTL Manager da Vodafone Portugal, foi desafiado para novos voos na estrutura global da Vodafone. Com o cargo de Senior Marcomms Manager, Francisco Bobone reporta agora à portuguesa Sara Oliveira que, recorde-se, assumiu em Maio do ano passado a responsabilidade pela marca ao nível do grupo. O profissional que chegou à Vodafone Portugal em Janeiro de 2015 segue agora o seu percurso profissional em Londres, na sede da empresa.

Francisco Bobone explicou à Marketeer que «a equipa global da Vodafone precisava de alguém que estivesse por dentro do dia-a-dia das operações locais como a de Portugal». E acrescenta que «é muito fácil as equipas de coordenação global perderem o contacto com o dia-a-dia por estarem mais ligadas com a estratégia mais high level. E isso é um problema para as operações locais porque perdem contacto com os desafios locais». Ou seja, resume, diretrizes globais que muitas vezes são boas na teoria, são «difíceis de implementar na prática».

Daí que a equipa global da Vodafone esteja a investir na aproximação aos mercados para trabalhar “intimamente” com eles. E é isso que Francisco Bobone irá fazer: «Trabalhar 14 mercados. Uns como contacto principal, outros como suporte.»

Com mais de uma década de experiência em agências de publicidade (BAR Lisboa, BBDO Portugal, Publicis Portugal, Euro ESCG Lisbon e Abrinício), antes de passar para o lado do cliente – primeiro na ZON TV Cabo (actual Nos Comunicações) e depois na Vodafone – Francisco Bobone sente que é essencialmente essa experiência no desenvolvimento de relações e a experiência no terreno quer do lado das agências, quer do lado do cliente que poderá aportar a esta nova função. «É uma mais-valia porque sei do que é que os departamentos de marca dos vários países estão a falar e quais são essencialmente as suas necessidades», refere. E a internacionalização vem como consequência de já ter trabalhado em várias empresas multi-nacionais. «A Vodafone abriu esta vaga e era o momento.»

Texto de Maria João Lima

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Novas contratações reforçam a LLYC
Automonitor
Bentley Flying Spur com novo acabamento Blackline