Federação de Futebol alerta para marketing de emboscada

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) juntou-se à Associação da Auto Regulação Publicitária (ARP) para alertar para potenciais situações de marketing de emboscada, tendo com mote a participação da Selecção Nacional no Mundial 2018.

Em comunicado, as duas partes explicam que o objectivo é informar a população, de forma pedagógica e preventiva, identificando as marcas que estão associadas de forma legítima à equipa das quinas. Altice, Continente, Galp, Hertz, Jogos Santa Casa, Nike, Novo Banco, Sagres e Samsung são os únicos patrocinadores ou fornecedores oficiais da Federação Portuguesa de Futebol.

No mesmo documento, a FPF e a ARP lembram que a viabilidade da presença da Selecção na competição passa, em grande parte, pela comparticipação das insígnias parceiras e que os estatutos de patrocinadores e fornecedores englobam o “direito exclusivo de associação da sua marca ou actividade à selecção e à sua participação no Campeonato do Mundo de 2018”.

Todas as outras organizações ou entidades que se associem a Selecção estão a incorrer em práticas e marketing de emboscada. “Esta não tendo uma precisão conceptual, pode ser simplificadamente definida como uma prática que pode abranger quaisquer tipos de actividades de marketing, publicidade e outras formas de comunicação comercial, realizadas por uma entidade que, não sendo o patrocinador, procura indevidamente benefícios comerciais por associação a marca, entidade ou evento com notoriedade mediática”, explicam a FPF e a ARP.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Estes 10 benefícios vão ser os mais desejados pelos colaboradores em 2020
Automonitor
Os peculiares protótipos que a Daihatsu vai levar a Tóquio