Emojis não são (só) para brincar

A BRIS, uma organização sueca para os direitos das crianças, lançou uma colecção de emojis que foge ao conceito comum de entretenimento. As personagens representadas são crianças de todas as culturas que têm uma coisa em comum: são vítimas de violência física ou psicológica.

O objectivo é que as crianças ou jovens que sofram este tipo de abuso possam pedir ajuda através de algo que já é quase banal nas suas vidas e fornecer um meio de comunicação alternativo para os momentos em que falar se torna difícil.

O teclado Abused Emojis está disponível para download na loja da Apple para iPhone.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)