Agências de turismo online estão em declínio… E a culpa é da Google

Os dados mais recentes da empresa de análise de dados GlobalData demonstram que a pandemia de Covid-19 teve um grande impacto nas agências de turismo online (OTA, na sigla original em ingês), cujo valor de mercado desceu 60,4% em 2020, quando comparado com 2019. Contudo, as preocupações não são só referentes ao coronavírus: também a crescente presença da Google neste mercado e o controlo que detém sobre ele levantam questões.

Estes dados chegam uma semana depois de ser revelado que a gigante tecnológica tem levado a cabo uma campanha de lobbying junto de políticos do parlamento europeu que querem avançar com uma lei que pretende reduzir precisamente a influência da Google nos resultados de pesquisas.

De acordo com a GlobalData, entre 2015 e 2019, o mercado das OTA registou um crescimento anual de 9,4%, alcançando os 480,3 mil milhões de dólares. Esta evolução e as previsões para os anos seguintes levaram a Google a focar-se mais no turismo online e, em 2019, já se verificada uma menor visibilidade das OTA nos resultados de pesquisa da gigante tecnológica.

«A Google tem o monopólio das pesquisas na internet e já foi acusada várias vezes de violar as leis da competição para o manter», afirma Laura Petrone, Thematic analyst da GlobalData, ressalvando que ao fazê-lo está apenas a dar aso a ainda mais escrutínio regulatório.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...