Acções de solidariedade das empresas fora das redes sociais

5560% das empresas norte-americanas e europeias não utiliza as redes sociais para envolver os seus clientes em acções de solidariedade social, sejam elas acabar com a fome, encontrar uma cura para o cancro ou uma solução para um problema ambiental. Porém, do total de empresas, 85% afirma utilizar as redes sociais para promover as suas marcas…

Esta é uma das principais conclusões de um estudo levado a cabo pela empresa Social Media Intelligence junto de 287 empresas quotizadas no Índice Dow Jones. O documento destaca ainda o trabalho de empresas que usam as redes sociais para dar visibilidade à responsabilidade social corporativa – General Electric, IBM, Starbucks, Ford, Pepsico ou Dell – e uma das acções que mais se destacou neste campo – a”Banca para Todos”, promovida pelo BBVA.

Ao contrário, o estudo aponta o dedo à Diageo, Kodak, Heineken e Citigroup pelo mau uso das redes sociais no campo da acção social.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Uma causa global debatida em três países em simultâneo
Automonitor
Torres Vedras já tem autocarro 100% elétrico