10 sugestões de brancos e rosés para o Verão

Vai de férias e quer saber quais os vinhos que melhor casam com o Verão? A Marketeer deixa-lhe algumas sugestões de brancos e rosés:

Conde D’Ervideira Reserva Branco

Resultante de vindima nocturna, com Antão Vaz, é um vinho resultante exclusivamente de vindima nocturna. Tem uma forte versatilidade gastronómica, harmonizando tanto com um peixe escalado, assado ao sal, mariscos, saladas, como com carnes grelhadas, típicas do Verão, dada a sua estrutura e elegância.
PVP 10,95 euros

 

 

 

 

 

 

 

Monólogo Malvasia Fina 2017

Branco produzido na Quinta de Santa Teresa, em conversão para produção biológica, é um vinho aromático, longo e persistente. O seu aroma é relativamente intenso e com algumas notas de especiarias. Este branco apresenta um bom final envolvente de aromas fumados
PVP 8,00 euros;

 

 

 

 

 

 

 

Casas del Bosque Sauvignon Blanc Reserva 2017

Produzido no Chile a partir de uma colheita nocturna de 2017. Caracteriza-se por um toque de espargos, marmelo e um floral que lembra pêssego branco. Harmoniza bem com ostras, mariscos, vieiras, ceviches, peixes, sushi, charcutaria, queijo Chèvre ou requeijão DOP.
PVP 8,70 euros;

 

 

 

 

 

 

 

Manoella Branco 2017 

Com origem em Vinhas Velhas do Vale do Pinhão, branco muito fresco e vibrante com notas cítricas, florais e minerais. Na boca apresenta um excelente equilíbrio e pureza de sabores.
PVP 13,00 euros;

 

 

 

 

 

 

 

Carvalhas Branco 2016

Blend de duas castas autóctones do Douro: Viosinho e Gouveio. Tem aromas de flor de laranjeira e alperce com nuances minerais e vegetais típicas que combinam com madeira. Ideal para pratos de bacalhau, marisco e queijos fortes.
PVP 28,00 euros;

 

 

 

 

 

 

Monte das Servas Escolha Rosé

Um cocktail da Touriga Nacional (60%) com a Syrah (40%). Nota vincada de frutos vermelhos, como a cereja, framboesa e morango, no aroma e no paladar. Ideal para se consumir enquanto jovem, tem grande potencial gastronómico, desde saladas, a carnes brancas ou sushi?
PVP 4,90 euros;

 

 

 

 

 

 

 

Covela Rosé 2017 

Cem por cento Touriga Nacional, uma das mais emblemáticas castas tintas portuguesas, este vinho seco com uma acidez refrescante, combina na perfeição com uma enorme diversidade de experiências gastronómicas. O aroma é cheio de carácter, onde sobressaem os frutos vermelhos frescos (groselha) e um subtil tropical.

PVP 9,00 euros;

 

 

 

 

 

 

 

JMF Rosé

Produzido a partir das castas Castelão, Trincadeira e Aragonês. Este rosé revela um aroma e um carácter frutado, com notas de frutas vermelhas (morangos e amoras) e rosas, juntando-se agora ao já existentes JMF Tinto e JMF Branco. Acompanha pratos de peixe e marisco
PVP 2,49 euros;

 

 

 

 

 

 

 

Quintas de Melgaço Alvarinho Rosé

Produzido em Monção e Melgaço, com castas de Sousão e Alvarinho, um novo vinho que surpreende com a sua combinação de aroma de frutos vermelhos, infusão de mentas e casca cítrica.
PVP 8,50 euros;

 

 

 

 

 

 

 

Mar da Palha Rosé 2017

Proveniente de parcelas de Touriga Nacional (50%) e Tinta Roriz (50%), é um vinho muito aromático e fresco, apresenta notas de morango e amora. Na boca é um vinho elegante, fresco e com boa persistência.
PVP 5,40 euros.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...