Vieira da Silva é a nova aposta artística do Colombo

A iniciativa “A Arte Chegou ao Colombo” está de volta e traz consigo 35 obras de Maria Helena Vieira da Silva. Até 26 de Agosto, a praça central do Centro Comercial Colombo, em Lisboa, alberga uma experiência imersiva de digital e media art com a artista portuguesa como protagonista.

Segundo a organização, as obras são apresentadas de forma inédita ao público. Trata-se de um espectáculo concebido de raiz, em parceria com a Fundação Arpad Szenes-Vieira da Silva (FASVS) e a dupla Oskar & Gaspar, responsável pelas animações, efeitos e desconstruções. Rodrigo Leão também faz parte da equipa, assegurando a banda sonora, ao passo que o colectivo KWY.studio assina o projecto de arquitectura.

«Democratizar o acesso à arte é o nosso objectivo desde o início do projeto ‘A Arte Chegou ao Colombo’. Nove anos depois, o balanço é muito positivo e acreditamos que temos feito um bom trabalho no sentido de oferecer arte num local inusitado», sublinha Paulo Gomes, director do Centro Colombo.

Nesta nona edição, o propósito mantém-se. Segundo Paulo Gomes, a iniciativa pretende celebrar a arte em português, dando destaque ao trabalho de Maria Helena Vieira da Silva, «um nome consensual, de grande reconhecimento nacional e internacional».

O formato, por seu turno, é uma novidade. «Este ano fomos ainda mais longe e arriscámos muito no formato que queremos que seja apelativo para todos. Temos a certeza de que vamos surpreender todos os nossos visitantes com este projecto digital de enorme qualidade», conclui o responsável.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Automonitor
Novo Alpine A110S pronto para encomendar em Portugal