Vegetariano e flexível é igual a flexitarianismo

Há uma nova dieta a surgir na Europa, que pretende unir as palavras “vegetariano” e “flexível”. O resultado é o flexitarianismo, um estilo de vida que consiste na redução do consumo de carne e peixe mas sem eliminar estes produtos por completo. A ideia é que o seu consumo aconteça apenas em ocasiões especiais.

A Unilever e a Associação Vegetariana Europeia (EVU) juntaram-se para promover o flexitarianismo, mas de uma forma que dê sabor às refeições. É que, de acordo com um estudo citado pelas duas entidades, “apesar de um crescente entusiasmo por um plano versátil e equilibrado entre refeições com e sem carne, muitas pessoas ainda dizem que lhes faltam ideias e inspiração para criar saborosos pratos vegetarianos”.

O objectivo é que, até ao final do próximo ano, através desta parceria, cerca de 500 produtos alimentares da Unilever passem a ter nas suas embalagens o rótulo V-Label da EVU, correspondente a um padrão vegetariano europeu. Adicionalmente, várias marcas da Unilever, incluindo a Knorr, estão a apresentar conteúdos online e em loja que pretendem ajudar a equilibrar o consumo de carne.

Pablo Perversi, vice-presidente das marcas de alimentação da Unilever Europa, garante que a Unilever é «a primeira empresa de bens de consumo que estabelece uma parceria com a EVU e que tem o objectivo de oferecer aos consumidores o que eles mais desejam: a confiança e a clareza para escolherem produtos vegetarianos e ajudá-los a desfrutar de uma alimentação variada». Em comunicado, Floris de Graad, porta-voz da associação, realça ainda que «agora, basta os consumidores visualizarem o selo nas embalagens dos produtos alimentares da Unilever e confiar que estão a consumir produtos certificados pela EVU».

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Isabel Barros distinguida com prémio «Excelência» na liderança. Foi a única portuguesa
Automonitor
Portugal a caminho de bater recorde de produção anual