Twitter despede 336 pessoas… pelo Twitter

Jack Dorsey, co-fundador e novo CEO do Twitter, anunciou a eliminação de 336 postos de trabalho através de um tweet. Anexada à publicação está um email enviado aos funcionários em que o executivo explica a decisão de forma directa já que, segundo o próprio, este tipo de mensagens costuma seguir envolta em termos corporativos.

A justificação dada por Jack Dorsey é simples: o Twitter está a passar por um momento de reestruturação. Exemplo disso é o foco da rede social em ferramentas como o Moments, lançada recentemente, lembra o CEO. Este plano, refere, inclui também mudar o modo como trabalham, sendo que as áreas de Produto e de Engenharia serão as mais afectadas. «Sentimos que a Engenharia será mais rápida com uma equipa mais pequena e ágil.»

A onda de despedimentos representa 8% da força laboral do Twitter e Jack Dorsey garante que serão feitos esforços no sentido de recompensar generosamente todos os trabalhadores dispensados e de ajudá-los a encontrar novos empregos.

«Isto não é fácil. Mas é o certo. O mundo precisa de um Twitter mais forte, e este é outro passo para aí chegar», conclui o CEO.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Mercer: Power to the people
Automonitor
Primeiras imagens oficiais do novo VW Golf