TikTok é a marca com o crescimento mais rápido mas Apple é a mais valiosa

A Brand Finance, empresa de consultoria de avaliação de marcas, todos os anos põe à prova cinco mil das maiores marcas a nível mundial e elabora um ranking que apresenta quais as mais valiosas e as mais fortes. Hoje, pelo 16.º ano consecutivo, a consultora revela o top 500, sendo que o destaque vai para o TikTok: a rede social conquistou o título de marca com o crescimento mais rápido (+215%), com um valor que alcança os 58,9 mil milhões de dólares, liderando a revolução global do consumo de media.

A par desta rede social, o Snapchat e a fornecedora de internet sul-coreana Kakao fecham o pódio das marcas que mais rapidamente evoluíram, com um crescimento de 184% e 161%, respectivamente, e valores de 6,6 mil milhões de dólares e 4,7 mil milhões de dólares. No sector dos media, o Brand Finance Global 500 2022 destaca ainda as plataformas de streaming, com a Disney (valor de mercado aumentou 11%, chegando ao 57 mil milhões de dólares), a Netflix (+18% e valor nos 29,4 mil milhões de dólares), o YouTube (+ 38% e um valor de 23,9 mil milhões de dólares) e o Spotify (+13% e um valor de 23,9 mil milhões de dólares) a registarem uma melhoria no desempenho no mercado.

«O consumo dos media aumentou durante a pandemia, mas a forma como os meios são consumidos mudou irrevogavelmente. De forma a conseguirem competir neste mercado em constante evolução, as empresas têm investido intensamente nas suas marcas – da aquisição de conteúdo à experiência do consumidor. O crescimento exponencial do TikTok é a prova factual: passou de uma relativa obscuridade para o reconhecimento internacional em apenas alguns anos e não demonstra quaisquer sinais de abrandar», comenta, no relatório, David Haigh, chairman & CEO da Brand Finance.

Apesar dos elevados números que todas estas empresas alcançaram, a Apple continua a destacar-se como a marca mais valiosa do mundo – subiu 35%, com um valor de 355,1 mil milhões de dólares, o mais elevado de sempre desde que o relatório é elaborado. A empresa tecnológica bateu ainda outro recorde ao ser a primeira de sempre a alcançar a marca do milhão de milhão de dólares em valor de mercado.

Ainda no ranking das marcas mais valiosas, a Amazon surge em segundo lugar, muito perto da Apple, e a Google em terceiro. A empresa fundada por Jeff Bezos também chegou além do patamar dos 300 mil milhões de dólares em valor de marca, com um aumento de 38%. A Google, apesar do aumento semelhante na casa dos 38%, ficou-se pelos 263,4 mil milhões de dólares. Esta gigante tecnológica assenta grande parte do seu lucro na publicidade que, devido à pandemia, foi afectada pela incerteza do seu alcance.

À semelhança do que aconteceu com o relatório de 2021, a área tecnológica volta a ser a mais valiosa do ranking Brand Finance Global 500, com um valor cumulativo de 1,3 milhões de milhões de dólares. No total, apenas 50 marcas de tecnologia integram lista, sendo que o destaque que este sector recebe deve-se, maioritariamente, a três empresas: Apple, Microsoft (com um valor de marca de 184,2 mil milhões de dólares) e Samsung Group (valor de marca de 107,3 mil milhões de dólares). Juntas, totalizam mais de 50% do total do valor de marca do sector tecnológico.

Além de calcular o valor da marca, a Brand Finance também determina a sua força através de um modelo de gestão estratégica (balanced scorecard). Os resultados demonstram que a chinesa WeChat volta a levar o prémio da marca mais forte, com um Brand Strength Index (BSI) de 93.3 em 100 e uma pontuação de AAA+.

Esta aplicação faz parte do quotidiano da população na China e contou com mais de 700 milhões de utilizadores durante a pandemia. Em segundo e terceiro lugares, surgem a Coca-Cola e a Google, respectivamente, com pontuações idênticas à WeChat, sendo que a Google passou para o pódio vinda da 39.ª posição.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...