Sprite elimina campanha depois de críticas

“Ela viu mais tectos do que o Michelangelo”, “Um dois às 10h e um 10 às 2h” e “Não és popular, és fácil” são as frases que geraram uma onda de contestação relativamente à Sprite. A marca detida pela Coca-Cola lançou uma campanha digital, na Irlanda, que levou a acusações de sexismo, à semelhança do que aconteceu também esta semana com a Gap.

Mas enquanto a Gap utilizou estereótipos para indirectamente separar rapazes e raparigas, a Sprite foi mais agressiva e teve como alvo, directamente, as mulheres. A Coca-Cola já retirou os anúncios e pediu desculpa em comunicado, afirmando que a campanha tinha como intenção oferecer uma abordagem ousada e bem-humorada.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Outubro 2019
Automonitor
Já viu o novo ultracompacto 100% elétrico da Toyota?