Portugueses estão mais optimistas

Há 20 anos que os portugueses não tinham expectativas económicas e de rendimentos tão elevadas. Os consumidores sentem-se optimistas, cenário que impulsionou a subida de 9,7 pontos nas expectativas em relação à economia nacional. Os dados do estudo da GfK sobre o clima de consumo na Europa, no quarto trimestre do último ano, revelam que os 23,5 pontos verificados neste período de 2015 contrastam com os 12,5 pontos registados em 2014.

O optimismo nas expectativas económicas influenciou, diz a GfK, as expectativas dos rendimentos, que no quarto trimestre do ano anterior, atingiram os 24 pontos, mais 17,7 do que no período homólogo de 2014.

Ainda assim, o aumento das expectativas não levou a uma maior propensão para compras, indicador que representa a prudência dos consumidores em Portugal. O comportamento de prudência é observado não só nos portugueses como nos restantes países da União Europeia.

“Apesar do optimismo relativo à situação económica do País, muitos portugueses ainda não têm possibilidade de fazer compras e usufruir de serviços que vão para além das suas necessidades quotidianas”, explica a GfK. No quarto trimestre, o indicador da propensão para compras caiu 9,6 pontos, ficando-se nos -30,4 pontos.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Colaboradores da Altice caminharam pela Associação Acreditar
Automonitor
Carro do Ano 2020: Qual dos 24 candidatos irá suceder ao Peugeot 508?