Pedofilia assusta marcas no YouTube

Disney, Nestlé e Epic Games (criadora do jogo Fortnite) estarão entre as marcas que decidiram suspender ou adiar o investimento em publicidade no YouTube devido a preocupações relacionadas com a segurança de crianças. Na base dos receios está um vídeo em que o blogger Matt Watson acusa o YouTube de facilitar a troca de mensagens entre pedófilos, através das caixas de comentários de vídeos com menores.

Fontes citadas pela Adweek indicam que o YouTube já reagiu, tendo falado com os representantes das principais agências de publicidade e anunciantes. Depois de uma primeira abordagem telefónica, a plataforma de vídeo da Google terá enviado um memorando com informação detalhada sobre os trabalhos em curso para assegurar a segurança dos mais novos.

«Qualquer conteúdo – incluindo comentários – que prejudique menores é repugnante e temos políticas claras no sentido de o proibir no YouTube», afirma porta-voz do YouTube, citado pela mesma publicação. O responsável garante que a plataforma agiu de imediato, eliminando contas e canais e reportando actividade legal às autoridades. Além disso, desactivou os comentários de dezenas de milhões de vídeos com crianças. «Há mais a fazer e continuamos a trabalhar para melhorar e apanhar abusos mais rapidamente», conclui.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Page Assessment tem novo Executive manager
Automonitor
Conselhos para conduzir à chuva