O brunch regressou ao Olivier Avenida e é mais saudável

Já tinha clientes fiéis, que iam e voltavam, levavam família e amigos. Agora, o brunch do Olivier Avenida está de volta com uma aposta em opções mais saudáveis. A acrescentar a tudo o resto, claro!

Olivier da Costa entendeu que chegou o momento em que fazia sentido relançar esta proposta de refeição. Depois, focou-se em propostas mais leves e apresentou toda uma nova ementa. É verdade que as saladas assumem especial protagonismo – há desde a mista à de beterraba, mas há também a de abacate, aipo e tomate cherri ou a Cesar de frango e a de quinoa, abacate e funcho grelhado – mas há muitas e mais propostas para todos e todos os gostos.

Claro que pode começar por se entregar a uma generosa oferta de pães, cereais, compotas, iogurtes e pastelaria, que inclui croissants estaladiços e miniaturas de querer repetir. Seguem-se tábuas com diferentes tipos de queijos e charcutaria, dando lugar a presunto, fiambre, enchidos e salmão fumado.

E, um dos ícones deste brunch, o sushi fresco que chega do Yakuza.

Depois, claro, há sugestões de pratos quentes, de que fazem parte ovos mexidos e escalfados, panquecas com maple syrup, cogumelos, salsichas, bacon e scones, mas também uma opção de peixe e uma opção de carne com acompanhamento.

E porque num brunch não podem faltar sumos naturais, é possível escolher entre o de laranja, o de abacaxi, hortelã e gengibre ou o Detox (laranja, legumes verdes e hortelã). Quem não prescinde de uma bebida quente, tem à sua disposição leite, café americano e uma selecção de chás.

Além da fruta fresca, e caso haja espaço e gosto, não faltam sobremesas como a mousse de chocolate e o arroz doce com coulis de frutos vermelhos.

Por aqui, há dois turnos, sendo que o primeiro funciona das 12.30 às 14.30 horas e o segundo turno tem início às 14.30 e termina às 16h30. O preço? 25€ por pessoa (crianças até aos cinco anos não pagam; dos seis aos 10 anos pagam 50%).

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Automonitor
Produção de carros em outubro quase nos 15%