Nestlé anuncia medidas concretas para acabar com o plástico

Até 2025, a Nestlé quer tornar 100% das suas embalagens recicláveis ou reutilizáveis. As medidas concretas para atingir este obejctivo são anunciadas agora e envolvem um foco especial na redução dos resíduos de plástico.

Tal como explica Mark Schneider, CEO da Nestlé, a reciclagem não é suficiente para enfrentar o problema dos resíduos plásticos. Por isso mesmo, é preciso «desafiar os limites e de fazer mais». Isto significa, por exemplo, apostar em materiais compostáveis à base de papel e em polímeros biodegradáveis.

«Uma acção colectiva é vital e é por isso que estamos também a envolver os consumidores, os parceiros de negócios e todos os nossos colegas da Nestlé para fazerem a sua parte. Podem contar conosco para sermos líderes neste espaço!», promete o CEO.

Entre as medidas anunciadas hoje pela Nestlé encontram-se a eliminação de todas as palhinhas de plástico dos seus produtos (Fevereiro deste ano), e o lançamento de embalagens de papel para o Nesquik (primeiro trimestre deste ano). A marca Smarties também vai deixar de ter embalagens de plástico já este ano e a Milo alcançará o mesmo patamar em 2020.

A Nestlé Waters vai aumentar em 35% o teor de PET reciclado nas suas garrafas até 2025, a nível global; nos EUA, prevê chegar aos 50%. Ainda no campo das águas, a Nestlé juntou-se à Danimer Scientific para desenvolver uma garrafa reciclável e que seja biodegradável no mar.

Em Portugal, também já há mudanças em curso. Ao longo deste mês, todas as paletines de plástico (objectos usados para mexer o café) nos pontos de venda das marcas Buondi, Sical, Tofa, Christina e Nescafé serão trocadas por alternativas em madeira. Além disso, está a ser estudada a substituição dos copos de plástico disponibilizados nas máquinas de vending por copos recicláveis, em papel e cobertos por material mineral.

Na fábrica de Avanca estão também em fase de ensaios novas embalagens, nomeadamente bolsas 100% recicláveis para embalamento de produtos da gama de nutrição infantil e caixas mais sustentáveis para o Nesquik achocolatado. Em paralelo, a fábrica vai substituir o filme retráctil (para envolvimento de packs de várias embalagens) por cartão, até ao final do ano.

A fábrica de cafés torrados do Porto, por seu turno, vai testar duas novas estruturas totalmente recicláveis para embalagens de café, em grão e moído, para o lar.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Page Assessment tem novo Executive manager
Automonitor
Os 10 Ferrari em exemplar único no Mundo