momondo: tatuagem colectiva para promover a tolerância

A momondo desafiou pessoas de todo o mundo a fazer uma tatuagem que as uniria enquanto embaixadoras pela tolerância – a primeira tatuagem colectiva de traço único do mundo, de acordo com a marca. Milhares responderam ao apelo e 61 pessoas foram seleccionadas para protagonistas da nova campanha “The World Piece”. O objectivo é “dar vida à convicção de que o mundo não se pode desmoronar se tivermos a coragem de nos unirmos”, segundo explica o motor de busca de viagens, hotéis e automóveis.

Margarida Gameiro, porta-voz da momondo para Portugal, conta à Marketeer que a marca tem vindo a trabalhar o tema da diversidade e tolerância há já alguns anos. Com a nova campanha, a momondo pretende que as diferenças sejam vistas como fonte de inspiração e que as tatuagens desenhadas por Mo Ganji funcionem como representação daquilo que nos une. A responsável explica ainda como a campanha será comunicada em Portugal com a ajuda da actriz Mariana Monteiro.

Que papel pode a momondo ter na promoção da tolerância?

Na momondo, temos uma visão de um mundo onde as nossas diferenças são uma fonte de inspiração e desenvolvimento, não intolerância e preconceito. O nosso objectivo é encorajar cada um de nós a ficar curioso e ter a mente aberta para que todos possamos desfrutar de um mundo melhor e mais diversificado. E foi por isso que, em 2016, lançámos a plataforma “Let’s Open Our World”, onde temos vindo a trabalhar em diversas campanhas que promovem a tolerância e o respeito pela diversidade. Se pensarmos que, através das viagens, temos contacto com pessoas de diferentes culturas, crenças e modos de vida, então podemos ter um papel muito activo na promoção destes valores junto dos nossos utilizadores, já que muitas vezes somos o primeiro site com que contactam quando marcam a sua próxima viagem. No fundo, queremos enviar uma mensagem ao mundo para lembrar às pessoas a importância das ligações humanas e que viajando podemos de facto aproximar o mundo.

Com “The World Piece”, queremos criar uma conversa global que possa inspirar as pessoas a serem curiosas sobre como o poder das ligações humanas une o mundo e nos une uns aos outros. A segunda edição do nosso estudo “The Value of Traveling” mostra que as pessoas acreditam que cada um de nós pode agir para aproximar o mundo e a nossa iniciativa tem como missão encorajar esse movimento. Viajar com a mente aberta é uma acção que todos podemos adoptar pois enriquece as nossas vidas e as dos outros. “The World Piece” é uma manifestação visual e viva do que então será necessário para aproximar o mundo. Esta campanha simboliza o nosso compromisso e a necessidade de agir para tornar o mundo um lugar melhor. Quando vemos as nossas diferenças como fontes de inspiração, podemos ligar-nos além das fronteiras e culturas. “The World Piece” é um movimento que liga pessoas de todo o mundo com a primeira tatuagem colectiva de traço único do mundo, composta por 61 tatuagens individuais, desenhadas pelo reconhecido tatuador Mo Ganji, formando uma obra de arte única e inédita.

Qual o impacto esperado da campanha “The World Piece”?

Queremos chegar ao maior número de pessoas possível, passando uma mensagem positiva de que nos devemos manter curiosos e com uma mente aberta. Se conseguirmos que as pessoas partilhem esta mensagem e estejam dispostas a participar na nossa competição, oferecendo a sua pele como tela também, para mostrar que estamos todos tão mais unidos do que pensamos, então o impacto que queríamos ter foi alcançado.

De que forma a campanha será comunicada em Portugal?

Investimos muito tempo no desenvolvimento de uma iniciativa que acreditamos ter o potencial de ser mais do que apenas uma campanha. Defendemos que as viagens alimentam as ligações entre as pessoas e, para passar esta mensagem, não só em Portugal, como no resto do mundo, activámos os mais diversos canais de comunicação, desde Public Relations, activações com influencers e bloggers, e um grande investimento em redes sociais, para aumentarmos o potencial de alcance do mais número de pessoas possível.

Mariana Monteiro dá a cara pelo projecto em Portugal. Por que razão é a pessoa indicada para esta campanha em específico?

A relação da momondo com a Mariana Monteiro tem já algum tempo, dado ser ela a voz dos nossos anúncios de televisão, em Portugal. Mas foi principalmente pelo trabalho fantástico que ela tem vindo a fazer como activista pela diversidade e igualdade de direitos que nos quisemos associar à Mariana. Existe uma grande comunhão de valores e partilhamos da mesma visão: ter uma mente mais aberta e curiosa, para abraçarmos as nossas diferenças e encontrarmos nelas fonte de inspiração. Para além destes motivos, a Mariana tem uma grande paixão por viagens, partilhando com a sua audiência não só os locais que visita, mas também as pessoas e os detalhes que os tornam tão únicos. Tal como a momondo, a Mariana inspira as pessoas a sair da sua zona de conforto e a descobrir outras realidades. E para nós, este tipo de associações fazem todo o sentido, já que nos permitem partilhar a nossa missão, ao mesmo tempo que nos inspiramos mutuamente.

Texto de Filipa Almeida

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Esta ferramenta promete vir revolucionar a Segurança e Saúde no Trabalho
Automonitor
Está grávida? Veja o que deve (e não deve) fazer se for conduzir