MIL quer ajudar a exportar música portuguesa

A segunda edição do MIL – Lisbon International Music Network está quase a arrancar. É já entre os dias 4 e 6 de Abril que a capital de portuguesa volta a reunir artistas e profissionais do mundo da música para uma maratona de conferências e concertos.

Tal como na edição de estreia, o objectivo é valorizar e divulgar a música popular contemporânea, alternativa e independente. Uma vez mais, o foco estará na produção musical dos países de língua portuguesa tendo em vista a sua exportação.

O MIL divide-se em dois programas. O Programa Profissional é reservado, como o nome indica, a profissionais e inclui masterclasses e debates. Aqui, a intenção é promover não só a aquisição de novos conhecimentos como a criação de novos contactos. Networking é a palavra-chave.

Por seu turno, o Programa Artístico é aberto ao público em geral: trata-se da vertente festival do evento, apresentando mais de 60 concertos em três dias. Nomes como Alek Rain, Boogarins, Sampladélicos, The Legendary Tigerman, The Poppers, Bruno Pernadas, Júlio Resende e Luís Severo vão passar pelas salas de espectáculo parceiras do MIL: B’Leza, Musicbox, Sabotagem Rive Rouge, Viking, Lounge, Tokyo e Europa.

Foto de Ana Viotti

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Estas 85 empresas procuram mais de 2500 novos talentos
Automonitor
Já conhece o “novo ingrediente” de Gordon Ramsey?