Mars Portugal quer reforçar distribuição

marsMesmo em mercados maduros, como o de petcare, Malte Damman acredita ser sempre possível crescer. Gosta, como diz, de «olhar para todas as oportunidades e analisar uma a uma antes de saltar para “the next big thing”».

Há alguns meses à frente da Mars Portugal (multinacional com marcas tão fortes como uma M&M’s, Twix, Pedigree ou Sheba), começou por avançar com um programa orientado para as pessoas – «os colaboradores têm que estar envolvidos» para se conseguir melhores resultados, acredita.

O próximo desafio passa por uma análise detalhada ao mercado, por estudar marca a marca, «melhorar a distribuição e aumentar os momentos de consumo através da inovação».

Em 2007 houve a mudança de Masterfoods para Mars Portugal Incorporated num trabalho de uniformização da designação social face aos restantes países onde a companhia opera. Que resultados e que principais mais-valias?

Até hoje, os benefícios foram 55% a nível interno. Os colaboradores aumentaram a identificação com a empresa, o que é muito importante. É fundamental que os colaboradores estejam envolvidos e empenhados no seu trabalho. E isso é mais fácil quando estão a trabalhar para uma empresa chamada Mars do que para uma Masterfoods, que nunca perceberam…

… mas porquê?

Masterfoods não tem uma dimensão global. Alguns negócios na Austrália tinham a marca Masterfoods, mas não era percepcionado como se este fosse o nome de uma companhia global.

Por Maria João Vieira Pinto

PARA LER O ARTIGO NA INTEGRA, CONSULTE A EDIÇÃO IMPRESSA (Nº158)

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Zmar tem novos directores para os Departamentos Comercial e de Marketing
Automonitor
Bentley Flying Spur com novo acabamento Blackline