LinkedIn condenado a pagar 12 milhões de euros por spam

Já recebeu várias vezes o mesmo convite da mesma pessoa para se juntar ao LinkedIn? Afinal, a culpa pode não ser dela e os convites podem ter sido enviados involuntariamente. A rede social foi levada a tribunal por uma acção conjunta de utilizadores que se sentem lesados por isso mesmo e acabou condenada a pagar uma multa de cerca de 12 milhões de euros.

As queixas estão relacionadas com a funcionalidade Add Connections do LinkedIn que permite aos seus utilizadores importar contactos através do email ou número de telemóvel de modo a convidar pessoas que ainda não têm conta a integrar a rede social. O problema é que o LinkedInd terá enviado os lembretes desses convites sem o consentimento dos donos das páginas, resultando em cenários de spam.

Segundo o The Drum, o LinkedIn não admitiu ter errado mas prometeu rever as suas políticas e clarificar os utilizadores quanto ao envio de, pelo menos, dois lembretes, após seleccionada a opção Add Connections. Até ao final do ano, deverá ser introduzida também uma alteração que permite cancelar o envio destes lembretes.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Page Assessment tem novo Executive manager
Automonitor
Conselhos para conduzir à chuva