Ikea quer acabar com desperdício nos pratos dos clientes

A Ikea tem vindo a reduzir o desperdício nos seus restaurantes e bistros, mas agora quer dar um novo passo na estratégia e acabar com os restos de comida nos pratos dos clientes. A marca está a analisar forma de diminuir o desperdício alimentar dos clientes depois de almoçarem, jantarem ou até tomarem o pequeno-almoço numa das suas lojas.

Até agora, a conclusão é de que pequenas mudanças nas operacionais de trabalho combinadas com a consciencialização sobre o desperdício alimentar entre clientes e colaboradores são a chave para atingir o objectivo.

«Acreditamos que a definição de metas tangíveis no curto prazo são importantes para enfrentar desafios globais como, neste caso, o desperdício alimentar. Sabíamos desde o início que não seria uma tarefa fácil. Mesmo que os resultados sejam bons, ainda há muito a fazer antes de atingirmos o nosso objectivo e trabalharemos arduamente para chegar lá porque acreditamos que a comida é preciosa demais para ser desperdiçada», afirma Michael La Cour, director global de Ikea Food Services.

A nova aposta no prato dos clientes faz parte do projecto “Waste Watchers Initiative”, através do qual a Ikea já conseguiu reduzir o desperdício nas suas cozinhas. Nos dois anos do programa, a marca evitou que mais de 1,4 milhões de quilos de comida fossem parar ao lixo, o equivalente a três milhões de refeições fossem parar ao lixo. Até Agosto de 2020, quer que redução do desperdício em todas as suas lojas atinja os 50%.

Em Portugal, a “Waste Watchers Initiative” chegou há apenas sete meses, segundo avança Nuno Ceitil, Ikea Food manager para Portugal. Desde então, a marca conseguiu «uma redução de 34% do volume de desperdício orgânico, quando comparado com o período homólogo».

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Estes 10 benefícios vão ser os mais desejados pelos colaboradores em 2020
Automonitor
Os peculiares protótipos que a Daihatsu vai levar a Tóquio