Google quer competir com Echo da Amazon

Os equipamentos para a casa constituem uma das principais apostas da Google, que apresentou um sistema activado por voz para o lar, na sua mais recente conferência anual para developers. É uma espécie de resposta ao Echo da Amazon, coluna que alberga uma assistente pessoal inteligente para actividades do dia-a-dia. Sundar Pichai, CEO da Google, admitiu mesmo que a gigante de comércio electrónico estava a ultrapassar a Google e restante indústria neste segmento.

O Google Home é mais semelhante a um vaso ou jarra do que a uma coluna mas tem algumas funcionalidades similares ao Echo. Pode ser utilizado para pesquisas por voz, através do motor de busca da tecnológica, para streaming de música e ligação a aplicações móveis. Uma das principais diferenças, e forças, talvez esteja no design do Google Home: pouco maior do que a palma da mão, sem botões e com a base personalizável. Os compradores vão poder escolher a cor e material da parte inferior do Google Home para que se enquadre na decoração da sala, cozinha ou qualquer outra divisão.

Durante a conferência Google I/O, a tecnológica revelou também que o sistema operativo móvel Android, utilizado por cerca de 80% dos smartphones, vai servir de base para um equipamento de realidade virtual que deverá ficar disponível ainda este ano. Além disto, a Google terá ainda uma nova aplicação para troca de mensagens chamada Allo.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)