Este iceberg não é o que parece

Apesar de estar a cerca de 5700 quilómetros do Círculo Árctico, as Filipinas já começam a sentir as consequências do degelo das calotas polares: os níveis do mar têm subido uma média de 14,7 milímetros por ano. Para alertar para este problema, que parece tão distante mas não está, a Leo Burnett das Filipinas desenvolveu uma campanha para a World Wildlife Fund (WWF).

A agência criou um conjunto de cartazes em que é colocado em evidência o perigo que a subida do nível da água representa para a vida selvagem do país. Em todos eles, surge um iceberg cuja ponta representa o nariz, bico ou focinho de um animal, criando uma ligação directa entre o degelo a decorrer a milhares de quilómetros de distância e os animais locais.

Segundo a Adeevee, dois meses depois de a campanha ser lançada, o nível de awareness alcançado foi de 22% nas escolas e 14% nas comunidades das Filipinas. Adicionalmente, a campanha ajudou a aumentar o tráfego do site da WWF Filipinas, onde pode ser encontrada mais informação sobre este fenómeno climático.

33 11 22
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Pedro Mota Soares assume liderança da Apritel
Automonitor
Sem paciência para trotinetes elétricas? Vêm aí as trotinetes autónomas!